terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Próximo Segundo

O ano está acabando e outro está batendo à porta cheio de oportunidades.
Estou ouvindo bastante isto nos últimos dias. Muitas pessoas na expectativa da virada do ano para ver as realizações tão esperadas chegarem.
Aquele emprego novo, o regime que começa dia 2, um novo curso, a economia que vai melhorar para que eu possa fazer algo. Promessas que sempre estamos ouvindo neste período do ano e nos apegamos a uma ideia de que tudo pode mudar depois da virada.
Ficamos o mês de dezembro quase todo na expectativa de dias melhores. Deixamos muitas vezes de tomar atitudes importantes porque o ano está acabando e ninguém faz mais nada.
Mas, você já parou para pensar que o ano novo é apenas uma mudança de um segundo no relógio? Baseado nisso, porque essa mudança de um segundo só precisa acontecer do dia 31 de dezembro para o dia 1º de janeiro?
Durante um ano inteiro você tem 31.536.000 segundos. Vou escrever por extenso para entendermos melhor: Trinta e um milhões, quinhentos e trinta e seis mil segundos. 
Quando o ano é bissexto ainda temos mais 86.400 segundos.
Isso mesmo. Você tem durante o ano inúmeras oportunidades para fazer com que as coisas comecem a mudar na sua vida. Todo segundo podemos fazer um ano novo. É uma questão de atitude.
Não precisamos ficar esperando uma queima de fogos para as coisas mudarem.
Precisamos sim ter uma queima de fogos interna que nos motive a dar um passo diferente e começarmos o nosso ano no momento em que queremos.
Sei que existem muitas coisas que não dependem de nós e tem o tempo certo para acontecerem. Mas estou falando das coisas que dependem somente de nós mesmos.
Enquanto estou escrevendo aqui sei que tem muitas pessoas que comemoram o ano novo o ano inteiro, mas também muitas pessoas que estão de braços cruzados esperando que o próximo ano venha completamente diferente, como num toque de mágica.
Escolha que pessoa você quer ser: A pessoa que vê a banda passar ou a que escolhe qual música a banda toca.
Feliz Próximo Segundo para você. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário