terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Promessas, Promessas!!

O ano acabou e certamente no seu finalzinho você fez várias promessas, algumas fáceis de serem alcançadas e outras nem tanto. Promessa de todo tipo, de toda maneira e de todo calibre.
Algumas promessas foram feitas a você mesmo e outras feitas a terceiros (essas são bem piores).
No entanto, um novo ano mal começou e muitas dessas promessas já não viraram o ano com você. Foram somente palavras ao vento ou tentativas de autoconvencimento que aquilo deveria ser realizado. E das promessas que conseguiram virar o ano com você, muitas também já estão perdendo sua força e o seu entusiasmo de realiza-las.
Resta uma pergunta: Quais conseguirão passar o ano todo junto com você na tentativa de alcança-las?
Muitas vezes me pergunto porque traçamos objetivos somente por traça-los. Já sabemos que não vamos fazer aquilo, então para quê prometer? Por que não cumprimos as promessas que fizemos a nós mesmos ou aos outros?
Meditando sobre isso, trago uma sugestão: vamos passar uma borracha em todas as nossas promessas imediatistas, e em um caderninho e vamos anotar todas as nossas pretensões de realizações neste ano. Ao lado de cada uma delas coloquemos duas observações: de zero a cinco enumerar o grau de dificuldade e o grau de vontade de realizar cada uma delas.
Então, partimos para as eliminações. Aquelas que receberam notas de zero a três no grau de vontade devem ser cortadas, pois se a promessa não recebeu nota quatro ou cinco é porque a vontade de realizar é pequena.
Com certeza irão ficar poucas opções e agora podemos começar a pensar em realizar cada uma delas. Então, partimos para a análise do grau de dificuldade. Vamos começar realizando as promessas que receberam nota zero e assim vamos subindo nessa escalada de realizações, uma por uma.
Não adianta prometer por prometer, então vamos fazer. Quem promete tem que fazer ou perderá toda sua credibilidade, talvez até para si mesmo.
Em Eclesiastes 5:5 diz que ´´Melhor é que não votes do que votares e não cumprires``.
Espero que assim você possa realizar suas metas e vontades. Somente as que você quer de verdade, partindo da mais fácil para as mais difíceis.
Mãos à obra. Temos um ano inteiro de realizações pela frente.